(19) 3016-1270 | (19) 3894-2490 (horário comercial)

Franquia home office Guia-se dá dicas de vendas na Black Friday

Principal » Notícias sobre Franquias » Franquia home office Guia-se dá dicas de vendas na Black Friday

Com base nos números do ano passado, é possível criar técnicas e estratégias em busca de resultados positivos para a data

Os membros da franquia home office Guia-se Negócios pela Internet aguardam com ansiedade a mais uma edição da Black Friday. Não é para menos, o evento é considerado a grande oportunidade de faturamento no e-commerce. Marcado para 24 novembro, a data ganha destaque ao oferecer produtos com descontos além dos convencionais. E se depender da pesquisa lançada pelo Google, quem possui negócio na internet terá motivos de sobra para comemorar.

O Black Friday já é uma realidade no Brasil e os números comprovam isso. A boa notícia para os membro da microfranquia e demais empreendedores on-line é que o faturamento no Brasil deve bater recordes neste ano. A expectativa é movimentar R$ 2,2 bilhões no varejo virtual. No ano passado, a Black Friday alcançou o patamar de R$ 1,9 bilhão, cerca de 20% a menos que é previsto para 2017. A pesquisa revela ainda que 68% das pessoas garantiram que vão às compras, 7% a mais que no ano passado.

Apesar da Black Friday ocorrer em menos de um mês, as estratégias de vendas já devem ser definidas entre os membros da franquia home office e seus clientes. Isso porque a procura por produtos na internet começa bem antes. Neste ano, de janeiro e julho, as buscas cresceram 46% quando comparado com o mesmo período de 2016. As categorias que mais atraíram a atenção do consumidor foram: games e lazer (19,5 dias), eletrônicos (17,6) e artigos esportivos (16,8). “A Guia-se busca sempre capacitar nossos franqueados. Eles devem estar preparados para auxiliar seus clientes em uma das datas mais importante para o e-commerce. Mas também é um ‘evento’ de muita concorrência, por isso oferecer diferenciais torna-se fundamental”, salienta o CEO da franquia de marketing digital Guia-se, José Rubens Oliva Rodrigues.

Qual perfil apostar em busca de resultados expressivos

Há menos de um mês para a Black Friday, o momento para membros da franquia home office Guia-se e empreendedores on-line é de análise. A busca é por pessoas que aguardam o ano pela chegada da data. Focar todas as atenções a este perfil é imprescindível.

A pesquisa realizada pelo Google, com base no ano passado, caracterizou três perfis de compradores: descrentes, inseguros, participativos e empolgados. Se o objetivo é faturar mais que o previsto, uma boa aposta deve ser nos “participativos”. Esses correspondem a 22% dos compradores. O diferencial é que eles costumam gastar mais que os outros consumidores, com um ticket médio de R$ 600. A preferência desse perfil é por artigos de moda e esportivos, bem como acessórios.

Já os “empolgados” também são 22% dos compradores e gastam em média R$ 444 na Black Friday. Consumidores assíduos por moda, acessórios e artigos, são clientes confiantes e com experiências positivas na data. E por último estão os considerados “inseguros”. Apesar de serem também 22% dos compradores, chegam a gastar em média R$ 438,5 na data.

Outro perfil que não pensa duas vezes para tirar o dinheiro do bolso são os “apaixonados”. A média de valor investido é de R$ R$ 524, e eles correspondem 18% das pessoas que compram na internet.  Moda, beleza e acessórios são os artigos preferidos desse perfil.

Franquia home office: o que os clientes esperam de quem vende?

O consumidor que vai às compras na Black Friday exige muito mais do que comprar e pagar. Por isso a palavra-chave para alcançar vendas significativas na data é: confiança. A pesquisa do Google revela que 27% buscam segurança na hora de comprar. Outras 13% garantem que a confiança na marca oferecida é primordial para fechar um negócio. Já que a Black Friday tem a ver com produtos mais baratos, é bom inserir os descontos nas estratégias de vendas. Pelo menos é isso que esperam 49% dos consumidores. Os demais clientes vão levar em consideração frete (5%), pagamento parcelado (3%) e tempo de entrega (2%).

Aumentar o estoque de celulares e smartphones, além de roupas femininas (ambas com 39% das intenções), pode ser uma excelente decisão para os empreendedores do ramo. Pelos menos esses devem ser os produtos mais procurados na Black Friday deste ano. Passagens aéreas e reservas em hotéis (36% das compras) também trarão bons resultados para quem com negócios pela internet. Para quem já bom faturamento na data durante o ano passado, pode comemorar. Mais de 30% dos consumidores disseram que compram na mesma loja e outros 34% disseram que foram em quase todas.

Franquia home office Guia-se dá dicas de vendas na Black Friday
Avalie esse post

Leave A Comment