(19) 3894-2490 [email protected]

1. O que é uma franquia virtual em 2020?

Uma franquia virtual – conhecida também como modelo e-franchising – é qualquer tipo de negócio virtual idealizado por meio do sistema de franchising. No entanto, diferente do que muitos possam imaginar, elas não se limitam apenas a lojas virtuais. Certamente, é bem mais do que isso!  

Sem dúvida, não é a toa que as franquias virtuais de baixo investimento possuem um campo extenso de atuação. De fato, existem atualmente inúmeros formatos de negócios, como sites de compras coletivas, guias virtuais e empreendimentos digitais. No entanto, um dos segmentos que mais se destacam são as agências de Marketing Digital. Visto que, o serviço é oferecido hoje por mais de 120 unidades da Guia-se Negócios pela Internet, espalhadas pelo Brasil.

As franquias virtuais de sucesso têm seu funcionamento semelhante às franquias convencionais. Dessa forma, são cobradas dos franqueados taxas como royalties e demais custos com serviços de marketing. Sobretudo, os franqueados devem atuar 100% de acordo com as orientações da franqueadora. Além disso, não necessitam de um espaço físico. O único gasto, a princípio, será com telefone e internet. Quer entender mais? Continue lendo!

>>> MENU PRINCIPAL

 

 

Franquias Virtuais
Franquias Virtuais

02. Como funciona uma franquia virtual?

Como explicado acima, as franquias virtuais, em geral, funcionam da mesma forma que as franquias convencionais: com a cobrança de taxas como royalties e taxas de divulgação. Os royalties são valores pagos às franqueadoras pelo uso de sua marca, serviços ou produtos. No entanto, os custos iniciais de uma franquia virtual costumam ser inferiores aos investimentos em uma franquia tradicional.

Certamente, o empreendedor também precisa, assim como no franchising off-line, analisar a empresa franqueadora e pesquisar o mercado antes de apostar no negócio. Além disso, a franqueadora virtual também deve obedecer à Lei de Franchising (8.955/94), bem como as práticas de mercado e gestão atuais.

Franquias virtuais com treinamentos presenciais

Algo muito importante, e que deve ser observado por aqueles que estão interessados em investir em uma franquia virtual, é quem realmente está sendo inovador em seu mercado. Por outro lado, há empresas que só estão fazendo a releitura de negócios já existentes. Além disso, os candidatos a franqueados virtuais precisam saber como acontecerá a transferência de know-how, para não correr o risco de começar os trabalhos “no escuro”.

Como se trata de uma franquia virtual, muitos empreendedores esperam que todo o treinamento seja on-line, mas isso nem sempre acontece. É o caso da Guia-se, onde todos os franqueados passam pelos treinamentos inicial e inaugural, ambos presenciais, na sede da franqueadora, em Indaiatuba.

>>> MENU PRINCIPAL

 

 

03. Franquia virtual: uma realidade próspera para 2020

Faça parte do time de franquias virtuais da Guia-se e realize o sonho de ter o seu negócio próprio em 2020 

Investir em uma franquia virtual, em busca de retorno profissional e principalmente financeiro, é a grande cartada para 2020. Chegou a sua vez de realizar aquele velho sonho de ter o próprio negócio e tornar-se um empreendedor. Essa também pode ser a solução mais confiável e segura diante do cenário de desemprego. Sendo a oportunidade que você esperava para, de uma vez por todas, driblar a crise econômica no Brasil.

O que acha de ter um negócio com alta taxa de retorno e principalmente com baixo investimento? Com nível de exigência de conhecimento baixo – tendo em vista os treinamentos oferecidos – e ainda por cima ter a oportunidade de trabalhar a partir de sua própria casa (modelo home based)? Bem, são justamente essas condições oferecidas para quem almeja tornar-se membro de uma franquia virtual em 2020.

Sem dúvida, o momento é agora! Atualmente são inúmeras as oportunidades para quem busca sucesso como empreendedor no e-commerce. As opções vão desde as já “tradicionais” lojas virtuais, passando pelos e-learning (cursos virtuais). No entanto, tem ainda as tão “almejadas” franquias virtuais de sucesso, como é atualmente a Guia-se Negócios pela Internet.

Marketing Digital é mercado promissor

O Brasil é o 4º país do mundo com o maior número de usuários de internet. Segundo o Relatório Digital in 2019, o número de brasileiros com acesso à internet aumentou em 10 milhões no último ano. Com isso, 70% da população está on-line, acima da média mundial de 57%.

Apesar disso, ainda é baixo o percentual de empresas que investem em Marketing Digital. Isso demonstra que ainda há grandes oportunidades neste mercado, principalmente pela falta de profissionais qualificados.

Por certo, possibilidades não faltam neste universo das franquias virtuais. Por isso, acompanhe as dicas no texto e fique por dentro de tudo sobre as franquias digitais em 2020. Sobretudo, esteja pronto para ser mais um a lucrar com uma franquia virtual de baixo custo.

>>> MENU PRINCIPAL

 

 

04. Um negócio que não para de crescer em 2020

Como já se imaginava nas previsões, as franquias virtuais são sucesso em 2019 e já apresentam números expressivos. Afinal, este é o cenário visto a cada balanço divulgado pela Associação Brasileira de Franchising (ABF).

No último balanço divulgado, referente ao segundo trimestre de 2019, o faturamento do setor cresceu 5,9%, quando comparado ao mesmo período em 2018. Enquanto, o primeiro trimestre no ano passado registrou faturamento de R$ 40.734 bilhões, em 2019 a arrecadação no mesmo período foi de R$ 43.122 bilhões.

De fato, o setor de franchising, que inclui ainda franquias virtuais, também registrou evolução no balanço acumulado dos últimos 12 meses. No total o crescimento chegou a 6,9%. Entre o terceiro trimestre de 2017 e segundo de 2018, o faturamento chegou a R$ 168.360 bilhões. Enquanto, entre o terceiro trimestre de 2018 e o segundo de 2019 o montante arrecadado foi de R$ 179.933 bilhões.

Para comprovar que 2019 foi o ano ideal para investir no franchising, com destaque nas franquias virtuais, esse crescimento do setor foi registrado também no primeiro semestre. Ao todo, o faturamento semestral foi de R$ 84.586 bilhões. O valor é 6,4% maior que o primeiro semestre de 2018, quando o segmento faturou R$ 79.496 bilhões. Alta em todos os índices, que comprova o negócio cada vez mais promissor.

>>> MENU PRINCIPAL

 

 

05. Que tal dar um basta ao desemprego?

O desemprego no Brasil, por conta da crise econômica, bateu recordes jamais vistos. Entretanto, o aumento do faturamento do franchising significa também a criação de novas vagas de trabalho. Por isso que, além da oportunidade de abrir seu próprio negócio, ter uma franquia virtual é a chance de recolocação no mercado de trabalho. Nesse sentido, que tal em 2020 dar um basta, de uma vez por todas, no desemprego?

A taxa de desemprego no Brasil recuou para 12% no trimestre encerrado em junho deste ano. Dessa forma, as oportunidades no mercado de trabalho neste setor cresceram 10% neste primeiro semestre de 2019. Isso comparado aos seis primeiros meses do ano passado. De acordo com a pesquisa, o total de trabalhadores registrados subiu de 1.224.987 para 1.348.235. 

Por exemplo, segmentos do comércio e serviços – setor de atuação da Guia-se Negócios pela Internet – foram responsáveis por 75% das vagas de emprego em 2018. Além disso, a criação de novas oportunidades no mercado de trabalho não para por aqui. O avanço na criação de vagas de emprego deve chegar, até o final de 2019, a 5% segundo a Associação Brasileira de Franchising. Desta forma, o segmento de franquias virtuais tem contribuído ativamente com a empregabilidade no Brasil.

>>> MENU PRINCIPAL

 

 

06. Sua oportunidade também de renda extra com franquias virtuais 2020

Por certo, a insegurança faz com que muitas pessoas pensem duas vezes antes de deixar o trabalho convencional para investir em um negócio virtual. No entanto, se este é o seu principal desafio, fique calmo. A microfranquia virtual, além de ser um negócio rentável e seguro, permite que você tenha flexibilidade.

Por exemplo, você poderá iniciar a atuação em sua franquia virtual sem a necessidade de deixar, a princípio, seu emprego convencional. Por isso, não há mais desculpas para deixar de investir e fazer parte das franquias virtuais de sucesso já a partir deste ano.

Mas, para que esta renda complementar venha com naturalidade, sem afetar outros setores da vida, é preciso planejamento e muita disciplina. Dessa forma, sua unidade pode ser operada em horários alternativos, sem que prejudique sua renda principal. Mas, também é a oportunidade de preservar sua carreira, tanto como funcionário, quanto agora como empreendedor.

Sem dúvida, estar na internet traz dinamismo ao negócio. Uma vez que, o fluxo constante e intenso de informações faz a franquia virtual ter mais chances de obter o retorno do investimento antes do esperado. Com o valor recuperado, a unidade se fortalece e consegue estabelecer um ciclo virtuoso de rentabilidade.

Assim sendo, o empreendedor consegue desenvolver o negócio de maneira mais eficaz. Tão logo, trabalhar dobrado fará parte do passado. Desse modo, não vai demorar muito para conquistar autonomia e conseguir se dedicar 100% e exclusivamente para sua franquia virtual.

>>> MENU PRINCIPAL

 

 

07. Que tal aumentar os lucros e abrir uma segunda unidade em 2020?

É isso mesmo! Se você já é um franqueado, que tal abrir uma segunda microfranquia virtual em 2020? Sem dúvida, é a chance de expandir ainda mais seus negócios e, consequentemente, aumentar a lucratividade. Por exemplo, no último balanço trimestral divulgado, a Associação Brasileira de Franchising reconheceu que parte do grande crescimento do setor tem sido “puxado” por quem investe numa segunda ou terceira unidade de franquia.

Entretanto, o balanço divulgado recentemente pela ABF revela que o número de franquias abertas cresceu 4,3% no 2º trimestre de 2019, se comparado ao mesmo período de 2018. Enquanto o número de unidades fechadas foi de apenas 2,2% – fechando o período com salto positivo de 2,1%. Ainda assim, no segundo trimestre de 2019, houve um aumento no saldo de expansão, em relação ao primeiro trimestre deste ano – de 1% para 1,8%. Os dados comprovam as ótimas oportunidades geradas para quem decide investir em uma segunda unidade de franquia.    

>>> MENU PRINCIPAL

 

 

08. Quero abrir uma franquia: o que preciso?

Seja como for, para ser empreendedor de uma Franquia de Marketing Digital não há segredo. Além de muito trabalho e dedicação, o CEO da Guia-se, franquias digitais baratas do Brasil, José Rubens Oliva Rodrigues, orienta cumprir alguns passos. 

Quer se tornar um empresário de sucesso com franquias de marketing? Então a primeira dica é identificar se você possui um perfil com atitudes empreendedoras. Antes de mais nada, descubra se realmente você quer ter seu negócio próprio, no setor de prestação de serviços.

Nesse sentido, vale a pena avaliar se sua família apoia e está engajada com essa nova fase de sua vida. Ao mesmo tempo, outro passo muito importante é saber se você realmente gosta do segmento de marketing.

Além disso, também deve estar disposto a estudar – e muito – de que forma age o mercado de sua região, bairro e/ou cidade. Por consequência, caso tenha se identificado com todas as orientações citadas acima, você está muito próximo de abrir sua franquia virtual.

Só para ilustrar, na Guia-se, franquia digital barata, o franqueado deve estar comprometido com a cultura empresarial da microfranquia. A empresa preza muito pelo espírito de trabalho em equipe, bem como exige que o empreendedor seja organizado, tenha resiliência e seja uma pessoa comprometida e disposta a aprender sempre.

Sem dúvida, todos esses aspectos são essenciais também para que as unidades da franquia de agência digital alcancem o sucesso nna sua atuação.

>>> MENU PRINCIPAL

 

 

09. Mas enfim: o que é, como funciona, vantagens, desafios e dicas de uma FRANQUIA VIRTUAL

Em outras palavras, a franquia virtual, também conhecida como e-franchising, é qualquer modelo de negócio virtual que funciona no sistema de franchising. Ao contrário do que muitos pensam, a franquia virtual não se limita apenas às lojas virtuais. Logo que, o mercado de franchising virtual vai muito além e vem ganhando uma projeção cada vez maior no Brasil.

Por exemplo, a franquia virtual pode ser uma loja on-line, mas também pode ser um guia virtual, uma agência on-line de turismo, ou uma Agência de Marketing Digital, como é o caso da Guia-se Negócios pela Internet. Neste caso, são oferecidos serviços de divulgação através da internet.

Certamente, um dos fatores que contribuem para o crescimento deste modelo de negócio é o baixo investimento inicial, o que torna as franquias virtuais baratas e lucrativas. Só para ilustrar, no modelo e-franchising, não há necessidade de investimento em ponto comercial, instalações e colaboradores, todo o trabalho pode ser feito pelo próprio franqueado, sem sair de casa.

Fatores principais para o sucesso das franquias virtuais

Sem dúvidas, o sucesso neste tipo de negócio depende exclusivamente do trabalho, da pesquisa e da dedicação do franqueado. Ou seja, é realmente são lucrativo, porém, pode exigir até mais esforço do que uma franquia convencional.

Em resumo, com o avanço da internet e do comércio on-line, as franquias virtuais se tornaram uma tendência no franchising brasileiro e a expectativa é que, nos próximos anos, a quantidade de redes nesse modelo cresça ainda mais.

Por certo, um pré-requisito básico para quem quer entrar nesse ramo é dominar a linguagem da internet. Ou seja, não é preciso saber questões técnicas – isso, normalmente, é ensinado pela franqueadora em treinamentos -, mas entender como a rede funciona é um diferencial para aproveitar este bom momento.

>>> MENU PRINCIPAL

 

 

10. Home based é uma tendência no mercado para 2020

De fato, diversas franquias virtuais, como a Guia-se, atuam com o sistema home based como método de trabalho. E, você sabia que essa forma de atuação é cada vez mais uma tendência no mercado? E não é exagero: as principais corporações e empresas multinacionais apostam em manter seus funcionários trabalhando a partir de suas residências.

Dessa maneira, conseguem reduzir os custos com transportes, água, energia, internet e muitos outros. Nesse sentido, também acreditam que a casa é um ambiente bem mais agradável para o desenvolvimento de novas ideias.

Em conclusão, no balanço divulgado referente ao primeiro trimestre de 2019, a ABF revelou que o formato home based foi o terceiro mais utilizado por quem busca uma franquia. Neste mesmo período de 2019, esse formato de franquia cresceu 7% – o que representa 2% a mais que no primeiro trimestre de 2018.

Por isso, ao optar por franquias virtuais, no formato home based, você não precisa ter necessariamente um ponto físico. Basta apenas possuir uma boa conexão com a internet, um computador ou notebook e um telefone. Pronto, já está apto para começar a fazer contatos e prospectar clientes a parte de sua casa.

Entretanto, se preferir, você pode ter sua franquia de agência digital em um espaço físico. Ou seja, com o espaço físico do escritório, a ideia é possuir um ambiente para receber os clientes e ter um local referência para os negócios. Ao passo que, muitos optam por esta possibilidade pelo simples fato de não conseguir manter uma rotina de trabalho em casa. No entanto, é necessário compreender que, na maioria dos casos, o espaço físico não é necessário.

>>> MENU PRINCIPAL

 

 

11. Quais os diferenciais de uma microfranquia?

Certamente, investir em uma microfranquia, como a Guia-se Negócios pela Internet, pode ser a oportunidade que você esperava para mudar sua vida profissional. Isso porque a microfranquia, apesar do sistema semelhante a uma franquia, também tem suas peculiaridades. Por exemplo, no Brasil uma microfranquia funciona da mesma forma que as franquias tradicionais. Já que, ambas respeitam e seguem a mesma legislação, de acordo com regras dispostas na Lei de Franquias.

Entretanto, justamente por conta de alguns diferenciais, as microfranquias vêm caindo no gosto dos empreendedores. Por exemplo, um estudo realizado pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) contabilizou 2.877 marcas em operação no Brasil em 2018.

Quais são os diferenciais das microfranquias

Com toda a certeza, você deve estar se perguntando: quais são os diferenciais das microfranquias? Primeiramente, determinante para abrir ou não o seu negócio, é justamente o Baixo Investimento. Para se ter uma ideia, para quem busca fazer parte desse universo do franchising, nesse modelo não irá desembolsar mais que R$ 90 mil.

Por certo, esse valor pode custar até 3 VEZES MENOS que uma franquia convencional. Porém, na Guia-se esse valor é ainda menor e, para adquirir uma franquia de sucesso, basta investir entre R$ 44.900 mil e R$ 60 mil. No entanto, se ainda não está convencido, saiba que há outros fatores que levam as microfranquias a um cenário de destaque no mercado.

Em segundo lugar, outro diferencial, já citado anteriormente, é o retorno financeiro que pode ser conquistado antes do esperado. Em princípio, ao cumprir todas as responsabilidades de um franqueado e, com base no modelo de negócio, é possível alcançar retorno financeiro com apenas seis meses de trabalho.

Além disso, a terceira característica exclusiva das microfranquias é que, apesar de ser um modelo de negócio com porte menor, é possível faturar valores semelhantes as franquias tradicionais. Ou seja, para isso, basta dedicação e muito trabalho.  

Quer saber o por que a Guia-se é a melhor oportunidade de investimento para o seu negócio? Então, confira abaixo os diferenciais dessa microfranquia de Marketing Digital.  

>>> MENU PRINCIPAL

 

 

12. Guia-se é melhor franquia virtual para 2020. Duvida?

De fato, o mercado de franquias virtuais no Brasil é amplo e segmentos de atuação não faltam. Porém, não há como negar que atualmente a Guia-se Negócios pela Internet é a maior rede de franquias virtuais em marketing digital do Brasil, com mais de 120 unidades. Sem dúvida, seu destaque no cenário nacional faz com que seja uma excelente oportunidade de investimento em 2020. Que tal se tornar um franqueado digital Guia-se?

Primeiramente, as franquias virtuais Guia-se Negócios pela Internet representam uma rede de agências digitais presentes em mais de 50 cidades brasileiras, acima de 50 mil habitantes. Sobretudo, suas unidades têm por objetivo ajudar empresas e profissionais autônomos a buscarem resultados expressivos com conteúdos produzidos pela internet. Inegavelmente, desafio que a Guia-se cumpre com maestria, pois já são mais de 3 mil clientes atendidos e satisfeitos com os resultados.

A microfranquia de marketing digital Guia-se Negócios pela Internet, chegou ao mercado em 1997 para fazer a diferença. A princípio, iniciou suas atividades como agência digital, mas há 9 anos passou a atuar como franquias virtuais baratas e lucrativas. Sem dúvida, desafio que vem rendendo excelentes resultados! Nesse sentido, não é à toa que atualmente a Guia-se é referência entre as franquias que oferecem serviços de marketing digital no Brasil, com SETE SELOS de Excelência em Franchising da ABF.

Diferenciais da Guia-se no mercado

Todo o suporte oferecido pela empresa, com mais de duas décadas de mercado, garante segurança para os novos empreendedores. Os ingressantes recebem treinamentos na sede da empresa, em Indaiatuba (SP), participam de semanas técnicas bimestralmente, convenções e eventos sobre novidades da área e encontros com outros franqueados. Os treinamentos também ocorrem de forma on-line, nos segmentos técnico, comercial e administrativo. Além de comunicação intensa com a franqueadora por meio das redes sociais. 

Outros diferenciais é a identidade visual já formatada, o modelo de negócios testado no mercado com serviços e ferramentas que funcionam e a velocidade de implantação da franquia virtual – de 30 a 45 dias.

>>> MENU PRINCIPAL

 

 

13. Vantagens, desafios e dicas para uma franquia virtual de sucesso

Sem dúvida, além de ser uma franquia barata, as franquias virtuais permitem que o franqueado defina quando, onde e como vai trabalhar. Por certo, essa flexibilidade é um grande diferencial, pois permite que o empreendedor se dedique mais à família, aos estudos e até a uma outra atividade.

Visto que, como todo o trabalho é on-line, basta uma boa conexão com a internet para realizar as tarefas. Porém, para ter sucesso com a franquia virtual, é preciso ter disciplina, definir horários de trabalho e separar o orçamento doméstico dos rendimentos da franquia.

De fato, por se tratar de um negócio com baixo investimento inicial, o retorno financeiro costuma ser mais rápido do que na franquia convencional – de 6 a 24 meses. Só para ilustrar, franquias tradicionais, com marcas grandes e muito conhecidas, costumam ter maior rentabilidade, porém, exigem mais investimento financeiro. Em franquias virtuais o investimento é menor, mas o rendimento também pode ser muito positivo, de acordo com a sua dedicação. Na Guia-se, o faturamento médio mensal das unidades franqueadas é a partir de R$ 10 mil.

Dicas para escolher a melhor opção entre as franquias virtuais

Com toda a certeza, uma boa dica é: antes de escolher uma franquia virtual para investir, verifique o tipo de suporte oferecido pelo franqueador. Além de conversar com franqueados que já estão na rede há algum tempo.

A Guia-se, por exemplo, disponibiliza aos candidatos o contato de todos os franqueados, inclusive aqueles que deixaram a franquia, para que o interessado possa tirar todas as dúvidas quanto à rede, o acesso ao know-how, às tecnologias, processos e ferramentas. Prezamos pela total clareza.

Sem dúvida, o perfil do empreendedor também pode influenciar no sucesso da franquia virtual. Nesse sentido, é importante que o franqueado seja arrojado e dinâmico, esteja preparado para enfrentar obstáculos e seja persistente. Além disso, também deve estar em dia com as novidades tecnológicas, pesquisar sobre o universo digital e ter conhecimentos básicos sobre sistemas de informação.

Para empreender com uma franquia virtual, o interessado precisa constituir a empresa legalmente e recolher as respectivas obrigações tributárias, que devem estar inclusas, desde o início, no Plano de Negócios.

Assim como, também é importante realizar uma pesquisa de mercado na região, visando conhecer o seu público-alvo. Como qualquer outro negócio, há riscos neste tipo de investimento, mas, se a decisão for motivada por uma identificação com a rede, a franquia virtual é uma excelente opção. 

>>> MENU PRINCIPAL

 

 

franquias-virtuais
franquias-virtuais