(19) 3016-1270 | (19) 3894-2490 (horário comercial)

Pai e filho investem juntos em um negócio lucrativo

Principal » Notícias sobre Franquias » Pai e filho investem juntos em um negócio lucrativo

Há cinco anos na franquia Guia-se Negócios pela Internet, o aposentado José Carlos e o filho, o analista de sistemas Bruno, contam como é empreender juntos

Empreender juntos, pai e filho, é uma boa opção? A experiência da Guia-se Negócios pela Internet, maior franquia de marketing digital do Brasil, mostra que sim. Neste Dia dos Pais, a rede afirma que, além de ser um negócio lucrativo, esta é uma sociedade que tem tudo para dar certo.

Investir em um negócio próprio não estava nos planos do franqueado José Carlos Fernandes, de 67 anos. À frente da unidade Guia-se Negócios pela Internet, no bairro Campo Grande, na Zona Oeste do Rio de Janeiro/RJ. Ele conta que a ideia de empreender com a microfranquia partiu do filho, Bruno Moreira Fernandes, de 37 anos. Os dois resolveram apostar juntos na franquia online e a sociedade deu certo. Há cinco anos na rede, pai e filho colhem os frutos da boa relação de trabalho que construíram. “Já estava aposentado, depois de 42 anos de trabalho na indústria farmacêutica, na área de propaganda e vendas. O Bruno procurava uma franquia e, como ele trabalha há vários anos como analista de sistemas, achou esta ideia interessante”, lembra José Carlos.

Inicialmente, o pai teve dificuldades para atuar, pois não tinha muito conhecimento na área do pequeno negócio. Além do apoio da rede, José Carlos se recorda que contou com a ajuda do filho para realizar os primeiros projetos. Como Bruno optou por continuar trabalhando no emprego convencional, o pai teve que buscar um aprendizado intenso para entender bem e tomar a frente do negócio lucrativo. “Fui evoluindo aos poucos. Quando tinha dúvidas buscava, além da Guia-se, o Bruno pelo telefone ou nos finais de semana”, conta.

Vantagens e desafios

A grande vantagem da sociedade entre pai e filho é a liberdade que ambos possuem para debater ideias, estabelecer metas e até cobrar ações e responsabilidades. Já um dos principais desafios é não discutir assuntos pessoais no ambiente profissional. Mesmo no caso de uma franquia home based, como a Guia-se, em que o trabalho acontece essencialmente em casa. O ideal é que pai e filho não falem sobre problemas familiares enquanto conversam sobre negócios. “Empreender com o meu filho é maravilhoso, porque temos um grande entrosamento. A maior dificuldade nesta sociedade é que o Bruno, embora tenha muito boa vontade, não dispõe de tanto tempo”, destaca José Carlos.

Pai e filho contam que o modelo de negócio lucrativo da microfranquia, em que é possível atuar em home office, também foi determinante para que a sociedade desse certo. Como o trabalho é feito em casa, cada um pode exercer a sua função sem causar problemas para o outro com relação, por exemplo, ao horário de trabalho. “Hoje eu consigo levar em frente, apesar de estar sozinho a maior parte do tempo. Se o Bruno não tivesse buscado esta alternativa e comprado a franquia, eu não teria tido contato com o marketing digital”, frisa.

A Guia-se Negócios pela Internet é especialista em criação de sites, lojas virtuais, sistemas on-line, hospedagens, marketing e anúncios na internet. Já são mais de 140 franquias espalhadas pelo Brasil. Isso faz da Guia-se a maior microfranquia neste segmento no País. A meta de expansão da franquia de marketing digital é fechar 2016 com 170 unidades. A marca já possui quatro Selos de Excelência em Franchising concedidos pela Associação Brasileira de Franchising (ABF).

Pai e filho investem juntos em um negócio lucrativo
4.7 (93.33%) 9 votos

Leave A Comment